19 bi já estão reservados para o Orçamento Secreto em 2023

Para ter recursos liberados para a emenda de relator, também conhecida como orçamento secreto, o presidente Jair Bolsonaro pretende fazer cortes de cerca de R$5,6 bilhões em recursos de áreas sociais. É o que aponta o levantamento feito pelo gabinete do senador Jean Paul Prates. Conforme o levantamento, R$19,4 bilhões ficariam reservados para o orçamento…

Para ter recursos liberados para a emenda de relator, também conhecida como orçamento secreto, o presidente Jair Bolsonaro pretende fazer cortes de cerca de R$5,6 bilhões em recursos de áreas sociais. É o que aponta o levantamento feito pelo gabinete do senador Jean Paul Prates.

Conforme o levantamento, R$19,4 bilhões ficariam reservados para o orçamento secreto com reduções no que anteriormente estava destinado à saúde, assistência social, educação e infraestrutura. Os valores para a educação, inclusive, já eram indicados há bastante tempo e chamavam a atenção: para o programa Caminho da Escola, os recursos destinados são suficientes para comprar apenas um ônibus escolar e não mais que R$2,5 milhões para construção de creches.

Os apontamentos feitos por Jean Paul chocam ainda mais, se comparando o orçamento já reduzido de 2022 com o que se planeja investir no próximo ano. Para a Farmácia Popular, a redução é de 59% nos recursos para compra de remédios ofertados gratuitamente à população. O Suas (Serviço Único de Assistência Social), que garante o funcionamento dos Cras, teve queda de 95%! O senador denuncia que o discurso de Bolsonaro contrário ao orçamento secreto é uma falácia, pois, num ato contínuo, o presidente corrobora com as leis que propiciam a continuidade das emendas.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *