3R reafirma intenção de vender refinaria Clara Camarão

Executivo declarou que a intenção é negociar ativos, entre eles a RPCC, para reduzir a alavancagem da empresa. Hoje, os níveis de endividamento da 3R são elevados, e a refinaria é vista como alvo prioritário de futuros acordos. O diretor financeiro da 3R Petroleum, Rodrigo Pizarro, informou que existe um acordo praticamente fechado envolvendo as…

Executivo declarou que a intenção é negociar ativos, entre eles a RPCC, para reduzir a alavancagem da empresa. Hoje, os níveis de endividamento da 3R são elevados, e a refinaria é vista como alvo prioritário de futuros acordos.

O diretor financeiro da 3R Petroleum, Rodrigo Pizarro, informou que existe um acordo praticamente fechado envolvendo as 3 unidades de processamento de gás natural (UPGNs) de Guamaré. Também confirmou que a Refinaria Potiguar Clara Camarão (RPCC) deverá ser negociada em breve.

As UPGNs e a RPCC foram assumidas pela 3R no último dia 8 de junho, após a conclusão da venda do Polo Potiguar, no Rio Grande do Norte, pela Petrobras.

Anteriormente, como divulgamos aqui, Pizarro já havia declarado aos investidores da empresa que a refinaria Clara Camarão deveria constar de futuros desinvestimentos da empresa.

3R possui dívida líquida elevada

Um fator que pressiona a 3R para negociar urgentemente a refinaria e as unidades de processamento de gás natural é o alto nível de endividamento da empresa. Segundo o balanço de 2022, a 3R fechou o ano com dívidas equivalentes a 84% de seu patrimônio líquido. Este é um patamar considerado muito elevado pelos investidores.

Para se ter uma ideia mais clara do crescimento da dívida líquida da 3R, em 2021 a empresa fechou no patamar de 30%. Isso significa um crescimento de cerca de 270%, em um ano, da relação entre sua dívida e seu patrimônio líquido.

A intenção da 3R é reduzir em até 20% seu atual nível de endividamento com a venda parcial de seus ativos.

Petrobras possui direito de precedência em futura venda da refinaria

Conforme divulgamos com exclusividade, a Petrobras assinou com a 3R Petroleum um acordo que prevê o direito de precedência em futuras negociações envolvendo a refinaria Clara Camarão.

A precedência garante à Petrobras o direito de ser avisada antes de outros concorrentes caso a 3R decida negociar a refinaria. A Petrobras também tem o direito de apresentar a primeira proposta.

Venda da refinaria para a 3R pode ser alvo de questionamentos judiciais

O Blog do Girotto apurou que há movimentos para a efetivação de uma ação judicial contra o processo de desinvestimento da Petrobras que culminou na venda do Polo Potiguar, no RN.

A ação seria amparada nos fatos denunciados pela série de 5 reportagens que publicamos no diário Agora RN, entre os dias 1 e 6 de deste mês de agosto. Leia as reportagens acessando os links abaixo:

Petrobras vendeu Polo Potiguar à 3R Petroleum por menos da metade do preço

3R comprou Polo Potiguar sem aval da ANP e sem capacidade financeira

Venda da refinaria Clara Camarão desrespeitou STF e pode acabar sendo anulada

Polo Potiguar foi coroação de 5 anos de obscuras transações entre a Petrobras e a 3R

Venda da refinaria Clara Camarão se deu à margem da lei

“Ilegal e imoral”: os fatos sobre a venda do Polo Macau da Petrobras à 3R Petroleum


Comments

6 respostas para “3R reafirma intenção de vender refinaria Clara Camarão”

  1. Avatar de Ralfo Penteado
    Ralfo Penteado

    Hipocrisia há aos montes mas obrigar a Petrobrás (que deve 22 BI-lhões em valor de 2019 aí seu fundo de pensão) a declarar-se monopolista aí Cade e pedir para dar-se “di grátis” aos parasitas do mercado do Chicago Guedes boy, e de chorar. Deu-se patrimônio da União a uma aventureira sem verticalidade e ao mesmo tempo desverticaliza a Petrobrás e não a deixa investir, dando-se em escandalosos dividendos. O país carente em fertilizantes, derivados e gás natural engorda um cartel importador e e assim que o mercado do Chicago Guedes boy responde. O país compra seu petróleo refinado lá fora. Em tempo, o óleo pressal custa u$7.00/barril no navio aliviador então porque o país o compra base u$90.00/barril? Subdesenvolvido e ignorante. Porque o mercado do Guedes boy não produz aqui? Porque o país não tem este insumo estratégico auto suficiente barato e também o exporta?

    1. colega, excelentes observações; temos que cobrar novas atitudes ou estaremos condenados a perpetuar essa situação

    2. Avatar de João Batista

      Fundo de pensão que se ferre, geração 60,70,80 construiu para esses parasitas descontruir nus ferrando.

  2. Avatar de AILTON OLIVEIRA
    AILTON OLIVEIRA

    Essa jogada é excelente para o presidente Petrobrás, advinha por quer?

    1. fiquei muito curioso; meu WhatsApp é 84 99926-4733; felicidades…

  3. Avatar de Orlando Miranda
    Orlando Miranda

    A refinaria foi vendida por U$1,6 bi , que foi a metade do preço de mercado. Agora, vamos ver por quanto ela fará a recompra. Vou fazer uma previsão. Será por mais de U$ 3 bi. Vamos ver o desfecho em um futuro próximo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *