A UFRN e o limbo de fevereiro

A UFRN está numa fase que parece um limbo. Isso porque o período letivo só começa no fim do mês, depois do carnaval. Ao mesmo tempo, o tradicional mês das férias de janeiro já passou. Agora a instituição vai passar um mês com um fluxo considerável de pessoas (servidores, estudantes bolsistas, professores e seus projetos,…

A UFRN está numa fase que parece um limbo. Isso porque o período letivo só começa no fim do mês, depois do carnaval. Ao mesmo tempo, o tradicional mês das férias de janeiro já passou.

Agora a instituição vai passar um mês com um fluxo considerável de pessoas (servidores, estudantes bolsistas, professores e seus projetos, etc), só que sem as condições adequadas para isso. Os quiosques não estão levando seu estoque normal, então frequentemente faltam lanches. Muitos setores estão com horário reduzido, como bibliotecas, de modo que nem sempre compensa ir para ficar muitas horas estudando, como frequentemente acontece.

A faceta mais complicada desse período é o fato de o Circular estar com a frota — que já é miúda — sensivelmente reduzida. Não é raro que o ônibus demore mais de uma hora para passar. Essa é a vida da comunidade universitária…


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *