Abraço ao Morro do Careca mobiliza população em defesa da engorda; IDEMA promete para hoje reunião com setores

Cresce a mobilização da sociedade pela garantia da continuidade do mais importante projeto público em andamento na capital potiguar, a engorda da praia de Ponta Negra. Diante das pressões, o IDEMA convocou para hoje uma reunião com os principais atores envolvidos no projeto. Ontem (9), centenas de pessoas se reuniram em uma manifestação para expressar…

Cresce a mobilização da sociedade pela garantia da continuidade do mais importante projeto público em andamento na capital potiguar, a engorda da praia de Ponta Negra. Diante das pressões, o IDEMA convocou para hoje uma reunião com os principais atores envolvidos no projeto.

Ontem (9), centenas de pessoas se reuniram em uma manifestação para expressar seu apoio à realização da obra de engorda da praia de Ponta Negra. A manifestação teve início na avenida Praia de Ponta Negra e seguiu até o Morro do Careca, um dos maiores símbolos turísticos da região. No evento, estiveram também presentes o prefeito de Natal, Álvaro Dias, o deputado estadual Luiz Eduardo, vereadores da cidade, representantes do setor do turismo, autoridades municipais, estaduais e federais, empresários locais e moradores da região.

O objetivo principal dos manifestantes foi chamar a atenção dos órgãos responsáveis pela liberação da licença e garantir que a obra de engorda seja realizada o mais rápido possível. O prefeito Álvaro Dias destacou a urgência da obra para evitar danos irreversíveis ao Morro do Careca, que tem sido afetado pelo avanço das erosões. Durante seu discurso, ele ressaltou a importância de acelerar o processo e garantir o avanço do projeto. O prefeito enfatizou que a obra de engorda é uma questão de extrema urgência e que é necessário salvar o cartão postal da cidade, além de promover o turismo, a geração de empregos e a prosperidade da região.

Em suas redes sociais, o deputado Luiz Eduardo comemorou o sucesso da atividade. “Hoje estivemos na caminhada SOS PONTA NEGRA. Saímos a pé ali da Avenida Praia de Ponta Negra até o Morro do Careca. Sol escaldante na cabeça e asfalto quente nos pés, mas o motivo é mais do que justificável: temos que salvar Ponta Negra das forças do mal e do atraso que trabalham para arruinar nossa cidade”, escreveu.

Moradores locais também se uniram à manifestação para expressar seu apoio à obra de engorda. Tereza de Souza, residente do bairro de Ponta Negra, compareceu ao evento acompanhada de sua família e ressaltou a importância de agir para preservar o cartão postal da região.

A manifestação foi concluída com um abraço coletivo em frente ao Morro do Careca, simbolizando a união e a determinação da população em relação à importância da realização da obra de engorda. Os manifestantes buscaram chamar a atenção dos órgãos responsáveis pela liberação da licença e garantir que o projeto seja implementado o mais rápido possível, a fim de preservar esse importante ponto turístico e impulsionar o desenvolvimento econômico da região.

O processo da engorda

Nos últimos dias, a Prefeitura de Natal e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA) têm travado discussões em torno das questões ambientais relacionadas à obra. O IDEMA solicitou novas informações sobre os estudos ambientais apresentados pela Prefeitura de Natal, referentes às obras de engorda e drenagem da praia de Ponta Negra. A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb) informou que não seria possível atender todas as solicitações do IDEMA devido ao curto espaço de tempo, uma vez que algumas demandas dependem de fatores naturais.

Uma reunião está marcada para esta segunda-feira (10), no Parque das Dunas, em Natal, na qual serão discutidos os aspectos técnicos relacionados à obra de engorda da praia de Ponta Negra. O encontro contará com a participação de representantes da Prefeitura de Natal, da Procuradoria Geral do Estado e da República, da Promotoria de Justiça, do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, e da empresa Tetra Tech, contratada pelo município para realizar o estudo do impacto ambiental na região.

A expectativa é que – após a pressão da população por uma atitude mais construtiva – a reunião traga avanços no andamento do projeto.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *