Assassinato de Marielle Franco perto de ser desvendado

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (24) o ex-bombeiro Maxwell Simões Corrêa, conhecido como Suel, por envolvimento nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Ele foi condenado em 2021 a quatro anos de prisão por atrapalhar as investigações, mas cumpria a pena em regime aberto. Suel foi preso em casa, no…

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (24) o ex-bombeiro Maxwell Simões Corrêa, conhecido como Suel, por envolvimento nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Ele foi condenado em 2021 a quatro anos de prisão por atrapalhar as investigações, mas cumpria a pena em regime aberto.

Suel foi preso em casa, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e foi levado para a sede da PF.

Também foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão na região metropolitana do Rio. Segundo a apuração, um dos alvos é Denis Lessa, irmão de Ronnie Lessa, que vai ser ouvido na sede da PF. Outro homem, que não teve a identidade revelada, foi conduzido ao local.

O Ministério Público do RJ afirma que Maxwell era o dono do carro usado para esconder as armas que estavam em um apartamento de Ronnie Lessa, acusado de ser um dos autores do assassinato. Suel também teria ajudado a jogar o armamento no mar na tentativa de ocultação das armas usadas no crime. Além disso, Suel teria acompanhado a rotina da vereadora, o que o coloca diretamente no planejamento do crime.

Segundo o ministro da Justiça, Flávio Dino, na colaboração premiada de Élcio de Queiroz, preso junto de Ronnie Lessa desde 2019, ele confessou ter dirigido o carro de onde Ronnie Lessa fez disparos contra Marielle com uma submetralhadora, levando a investigação até Suel, como responsável por vigiar Marielle.

“O senhor Élcio narra a dinâmica do crime, narra a participação dele próprio e do Ronnie Lessa e aponta o Maxwell e outras pessoas como copartícipes”, disse o ministro da Justiça.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *