Desenrola: devedores da faixa I podem renegociar dívidas a partir de hoje

Iniciativa governamental visa facilitar o processo de renegociação para pessoas com renda de até 2 salários mínimos e inscritas no CadÚnico.

A partir desta segunda-feira (9), os devedores inscritos na Faixa I do programa Desenrola Brasil terão a oportunidade de renegociar suas dívidas por meio da plataforma digital específica do programa.

O Desenrola Brasil, que iniciou no dia 25 de setembro com o leilão de descontos, entra agora em sua nova e última fase. Essa etapa tem como principal objetivo atender aos indivíduos que possuem uma renda mensal de até 2 salários mínimos, o que equivale a R$ 2.640. Também são contemplados aqueles que estão inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, também conhecido como CadÚnico.

A renegociação de dívidas será realizada exclusivamente pela Plataforma Desenrola Brasil. No entanto, é importante destacar que, para acessá-la e dar início ao processo, o devedor precisa possuir cadastro de nível ouro ou prata no portal gov.br. Essa plataforma digital governamental oferece um acesso ágil e seguro ao programa “Desenrola”.

Com a devida inscrição no portal gov.br, o devedor está apto a ingressar na plataforma “Desenrola Brasil” para dar andamento à renegociação de seus passivos, que podem ser quitados à vista ou parcelados em até 60 meses. A taxa de juros aplicada a essas renegociações é de, no máximo, 1,99% ao mês. Contudo, Marcos Pinto, secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, ressaltou que os bancos têm a possibilidade de ofertar juros ainda mais atrativos pela plataforma.

O leilão de dívidas, encerrado no dia 27 de setembro, registrou números expressivos. Foram ofertados R$ 126 bilhões em dívidas, com descontos que chegaram, em média, a 83%. Essa fase contou com a participação de 654 empresas.

Em termos de projeções, o governo federal estima atender a 32 milhões de CPFs, com a possibilidade de renegociar até R$ 150 bilhões em dívidas.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *