Exportações do RN crescem e acumulam alta de 58%

O aumento das exportações de sal marinho a granel, com remessas de mais de um bilhão de toneladas do produto para o mercado internacional, sobretudo para os Estados Unidos e a Nigéria, e de melões frescos, contribuiu para que as exportações do Rio Grande do Norte fechassem o mês de outubro com um volume de…

O aumento das exportações de sal marinho a granel, com remessas de mais de um bilhão de toneladas do produto para o mercado internacional, sobretudo para os Estados Unidos e a Nigéria, e de melões frescos, contribuiu para que as exportações do Rio Grande do Norte fechassem o mês de outubro com um volume de US$ 76,3 milhões, o que representa um vultoso crescimento de 55,3% em relação ao mês de setembro.

Com esse largo desempenho positivo no comércio exterior, a balança comercial do Rio Grande do Norte acumula no ano um superávit de US$ 289,7 milhões e uma corrente de comércio de US$ 984,5 milhões entre janeiro e outubro. Esse valor é 58,2% maior que o acumulado no mesmo intervalo de 2021 e o melhor já registrado para o período desde 2018.

Esse bom desempenho no envio de mercadorias para o exterior representou um aumento de 55,2% na comparação com setembro, porém uma redução de 21% em relação a outubro de 2021. Os melões, apesar de um ritmo mais modesto de expansão, representam o segundo item mais exportado.

A notícia é boa. Mas o Rio Grande do Norte precisa dinamizar sua economia, diversificando a base produtiva. Nossos vizinhos paraibanos e cearenses têm a indústria como líder de suas pautas de exportação, sendo os calçados destacados no caso dos primeiros e as manufaturas de ferro e aço no caso dos segundos.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *