Governo volta atrás em decreto que regulariza abrigo de famílias

Após a repercussão negativa da notícia acerca de um decreto de regularização da famílias, que nós também noticiamos aqui, o governo do estado recuou na construção do Decreto nº 32.084. O trecho excluído tratava da criação de um cadastro para imóveis públicos e privados que não estivessem utilizados ou ainda subutilizados. Na página do Instagram…

Após a repercussão negativa da notícia acerca de um decreto de regularização da famílias, que nós também noticiamos aqui, o governo do estado recuou na construção do Decreto nº 32.084. O trecho excluído tratava da criação de um cadastro para imóveis públicos e privados que não estivessem utilizados ou ainda subutilizados.

Na página do Instagram do governo, é possível ver a crítica de vários internautas acerca do tema, acusando-o de ser comunista por tratar de uma pauta tão sensível e importante. O fato é que, sem opções, dezenas de famílias em situação de vulnerabilidade social passam a morar em prédios abandonados. Quão cego estamos para colocar convicções políticas acima do outro ter direito a uma vida minimamente digna? É preferível que as famílias sejam jogadas de volta na rua? Claro que as ocupações não são as condições ideais, muitas enfrentam um cenário precário, mas representam muito na vida de quem não tinha um teto sobre suas cabeças.

Vamos acompanhar o desenrolar desses acontecimentos para ver se ele vai terminar bem. Infelizmente, suspeitamos que não.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *