IFRN e rede estadual de ensino terão parcela dos R$ 14,8 bilhões do PAC destinados para sua expansão

A educação pública do RN vem, há pelo menos uma década, enfrentando graves problemas, que vão da falta de recursos às más administrações. Um retrato exemplar disso é nossa reportagem sobre a Escola Estadual Lígia Navarro, em Extremoz. Diferencial nesse cenário, o IFRN, e seus 22 campi espalhados pelo estado, embora ofereceram educação de excelência…

A educação pública do RN vem, há pelo menos uma década, enfrentando graves problemas, que vão da falta de recursos às más administrações. Um retrato exemplar disso é nossa reportagem sobre a Escola Estadual Lígia Navarro, em Extremoz.

Diferencial nesse cenário, o IFRN, e seus 22 campi espalhados pelo estado, embora ofereceram educação de excelência também enfrenta grandes desafios, como você pode ler aqui e aqui.

A esperança agora é pela urgente aplicação dos recursos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal. No eixo Educação, o RN foi incluído com a destinação de R$ 14,8 bilhões.

Segundo o relatório do PAC, neste montante “Estão abrigados projetos de construção de creches e escolas nos municípios, expansão de institutos e universidades federais e reforma e ampliação do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte. São R$ 14,8 bilhões no decorrer de quatro anos, até 2026”.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *