Início do contrato de concessão do Aeroporto de São Gonçalo abre nova era para a região

Em uma cerimônia realizada nesta terça-feira, dia 12, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) formalizou o novo contrato de concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (ASGA). A assinatura marcou o início de uma nova fase para esse importante ponto de entrada no Nordeste brasileiro. O Aeroporto de São Gonçalo do Amarante foi…

Em uma cerimônia realizada nesta terça-feira, dia 12, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) formalizou o novo contrato de concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (ASGA). A assinatura marcou o início de uma nova fase para esse importante ponto de entrada no Nordeste brasileiro.

O Aeroporto de São Gonçalo do Amarante foi arrematado em um leilão realizado em 19 de maio deste ano, com um valor surpreendente de R$ 320 milhões, 41% acima do lance mínimo estabelecido. Essa transação histórica representa a primeira relicitação de um ativo de infraestrutura concedido no país. O contrato anterior, firmado em 2011, com a Inframérica, foi encerrado antes do prazo devido.

O prefeito de São Gonçalo, Eraldo Paiva, destacou os grandes esforços realizados em parceria com o governo do estado para que fosse possível chegar a este momento.

“O aeroporto é um marco importante não só para São Gonçalo, como todo o Rio Grande do Norte. Com o início do contrato, começaremos a ver os resultados de nosso trabalho nos dois últimos anos para fortalecer o papel de São Gonçalo como referência em logística no estado e região”, disse Eraldo.

Com a conclusão dos procedimentos, o contrato de concessão entrará em vigor e dará início à transição operacional no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Esta concessão tem uma duração prevista de 30 anos.

Vale ressaltar que a Zurich Airport Internacional já possui presença em outros quatro aeroportos no Brasil. Além de sua participação no Aeroporto de Confins, ela opera os aeroportos de Macaé, Vitória e Florianópolis. Sua experiência e expertise no setor aeroportuário podem trazer melhorias significativas para o ASGA.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *