Lula sobe o tom contra Banco Central que finge demência

O presidente Lula afirmou no último dia 6 que o atual presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, “não tem compromisso com o Brasil”, mas sim com o governo Jair Bolsonaro, que o indicou.

Lula também afirmou que Campos Neto tem compromisso com aqueles que gostam de taxa de juros alta e comparou sua atuação com a do ex-presidente do BC Henrique Meirelles. Segundo Lula, Campos Neto não tem a mesma autonomia que Meirelles teve, e não tem compromisso com as preocupações do povo brasileiro.

As declarações foram feitas durante uma entrevista coletiva concedida por Lula em Brasília, onde ele participou de um evento do PT. Ele disse ainda que é importante ficar claro que Campos Neto não tem nenhum compromisso com ele e sim com o governo que o indicou. Lula criticou a política de juros altos, que segundo ele, prejudica a economia do país.

A declaração de Lula surge em meio às discussões sobre a taxa básica de juros, a Selic, que já subiu 1 ponto percentual desde que Campos Neto assumiu o cargo. A expectativa é que a taxa continue subindo ao longo deste ano, o que tem gerado críticas por parte de setores da sociedade.

Campos Neto foi indicado para o cargo de presidente do Banco Central por Bolsonaro em 2019 e assumiu o posto em fevereiro daquele ano.