Medicamento no tratamento de câncer de mama é incorporado ao SUS

Na última segunda-feira, o Diário Oficial da União (DOU) publicou a incorporação do medicamento Trastuzumabe Entansina ao Sistema Único de Saúde (SUS), após ter passado por avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), responsável por assessorar a pasta nas atribuições em relação à incorporação, exclusão ou modificação de tecnologias em saúde pelo SUS.
Esse medicamento é utilizado geralmente em monoterapias para tratamento de pacientes classificados no nível HER2-positivo da doença. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2018, mais de 620 mil mulheres morreram de câncer de mama no mundo. No Brasil, o número total de novos diagnósticos ao ano chega a 60 mil e pode chegar a ter aumento de 47% nos próximos 20 anos, um alerta que fica para a importância do conhecimento na prevenção e identificação precoce da doença pelas mulheres.