Morre Cormac McCarthy, autor de livros geniais

“Onde os velhos não têm vez” e “Meridianos de sangue” são das coisas mais extraordinárias que já li na vida. Seu autor, Cormac McCarthy, faleceu hoje.

Cormac McCarthy venceu um Prêmio Pulitzer. Viveu por décadas na obscuridade e pobreza antes de as adaptações cinematográficas de “Todos os belos cavalos”, “Onde os Fracos Não Têm Vez” e “A Estrada” lhe proporcionarem um grande número de leitores e fortuna. Faleceu nesta terça-feira em Santa Fé, no Novo México. Ele tinha 89 anos.

Extremamente recluso, McCarthy evitava a publicidade tão efetivamente que um crítico observou: “Ele nem era famoso por isso”. Mas a adaptação de Joel e Ethan Coen do romance que virou o filme “Onde os Fracos Não Têm Vez” o colocou instantaneamente sob os holofotes; o thriller policial, estrelado por Tommy Lee Jones, Javier Bardem e Josh Brolin, ganhou os Oscars de melhor filme, diretor, roteiro adaptado e ator coadjuvante.

Em 2009, John Hillcoat dirigiu uma poderosa adaptação cinematográfica do romance vencedor do Pulitzer de McCarthy em 2006, “A Estrada”. Uma história pós-apocalíptica de pai e filho, o filme contou com Viggo Mortensen, Kodi Smit-McPhee, Charlize Theron e Robert Duvall. A recepção crítica foi em grande parte favorável, mas o sombrio filme teve retornos modestos nas bilheterias.

Uma adaptação para o cinema de “Meridiano de Sangue”, o romance considerado por muitos como a obra-prima de McCarthy, está em desenvolvimento há muito tempo.

Nascido como Charles McCarthy em Providence, Rhode Island, McCarthy tinha 4 anos quando sua família se mudou para Knoxville, Tennessee. Ele atuou no ensino médio e depois entrou e saiu da Universidade do Tennessee como estudante de artes liberais sem concluir o curso. Enquanto estava destacado no Alasca com a Força Aérea nos anos 1950, ele apresentava um programa de rádio.

McCarthy foi casado três vezes. Ele tinha dois filhos: Cullen McCarthy, nascido em 1962, de seu primeiro casamento com Lee Holleman, e John Francis McCarthy, nascido em 1999, do terceiro casamento com Jennifer Winkley. Ele se divorciou de sua segunda esposa, Annie DeLisle, em 1981.