Natal corre o risco de ficar sem atendimento médico nas redes de saúde do Governo do Estado e Município

SESAP e SMS Natal estão com vários meses de honorários médicos em aberto

A Coopmed-RN informa a sociedade potiguar que de forma insistente, há meses, tenta dialogar com o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal do Natal para evitar a suspensão dos serviços contratados referente às escalas médicas, tanto em unidades de saúde do Estado, quanto no município de Natal.

Mas após tentativas frustadas, de acordo com o objetivo de honrar os honorários médicos em atraso com a SESAP/RN e a SMS NATAL, a Coopmed comunicou às secretarias citadas sobre a realização de uma paralisação. Para a SMS foi estipulado que se até segunda-feira (05/06) não tenha sido feito o repasse, referente aos serviços prestados no mês de Janeiro de 2023, será deflagrada uma paralisação, a partir das 7h da quinta-feira (08/06). Já aos contratos em abertos com a SESAP e que envolvem cooperados que integram a rede de serviços de plantões e Alta/Média Complexidade nas unidades hospitalares do Estado foi estipulado que, a partir das 7h da quinta-feira (08/06), serão suspensas as atividades, devido ao atraso e imprevisibilidade de pagamentos.

A Coopmed aguarda ainda uma posição ou sinalização de negociação referente a estes pagamentos antes do prazo informado acima.