O futuro da Secretaria da Educação no Governo Fátima

Passada a eleição, um dos temas centrais da política potiguar, e nacional claro, é a composição dos futuros governos. Especula-se muitos sobre os arranjos necessários para se acomodar no Governo do RN uma base robusta e em processo de expansão, pelas negociações na Assembleia Legislativa visando à formação de uma maioria confortável. A Educação tem…

Passada a eleição, um dos temas centrais da política potiguar, e nacional claro, é a composição dos futuros governos.

Especula-se muitos sobre os arranjos necessários para se acomodar no Governo do RN uma base robusta e em processo de expansão, pelas negociações na Assembleia Legislativa visando à formação de uma maioria confortável.

A Educação tem sido o principal alvo de especulações até o momento. Embora não faça parte, no primeiro momento, dos espaços que a governadora Fátima Bezerra pretende ceder a composições políticas. Área central de seu projeto para os próximos anos, a Educação deverá seguir em mãos confiáveis.

É quase certo que o atual secretário Getúlio Marques Ferreira prefira respirar novos ares. O Blog do Girotto volta a afirmar que seria uma grande perda para o RN. Getúlio é um educador notável e gestor de grandes serviços prestados à educação potiguar e brasileira.

Caso Getúlio deseje permanecer, duvido muito que Fátima abriria mão de um quadro de tamanha envergadura. Mas os desgastes da pequenez do cotidiano do Centro Administrativo podem realmente levar o professor Getúlio a preferir novos ares. Opções não lhe faltariam.

Caso se confirme sua saída, algumas possibilidades já foram ventiladas. Uma das preferidas da governadora era sua assessora de longa data, Samanda Alves. Samanda seria uma boa aposta para a pasta, mas ao que tudo indica, declinou da possibilidade. Prefere fortalecer suas relações em outras frentes.

Outro nome que chegou a ser cogitado, através da imprensa, foi o da ex-reitora da UFRN Ângela Paiva. Paiva é preparada e tem a confiança de Fátima. Enfrentaria uma nova realidade política, mais complexa que a da civilizada comunidade universitária.

A nosso ver, a solução ideal (caso não se consiga manter o excelente Getúlio no cargo) é o deputado estadual reeleito Francisco do PT. Francisco é educador e político habilidoso, ambas qualidades necessárias para o comando de uma pasta tão importante. Ainda tem a qualidade de saber se cercar de bons assessores, num meio que costuma afastar as inteligências. Seria a alternativa ideal.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *