Obras do Complexo Turístico da Redinha avançam em agosto 

Neste último mês de agosto, a Prefeitura do Natal, via Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), deu prosseguimento aos serviços para uma das obras mais importantes do turismo potiguar: o Complexo Turístico da Redinha, na zona Norte. O destaque é o trabalho de pavimentação asfáltica no entorno do complexo e as obras no setor onde ficam…

Neste último mês de agosto, a Prefeitura do Natal, via Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), deu prosseguimento aos serviços para uma das obras mais importantes do turismo potiguar: o Complexo Turístico da Redinha, na zona Norte. O destaque é o trabalho de pavimentação asfáltica no entorno do complexo e as obras no setor onde ficam os boxes destinados ao artesanato.

“Estamos criando um novo pólo de desenvolvimento da nossa cidade, modificando uma região promissora que nunca teve um olhar tão especial como o que estamos dando agora. Vamos potencializar o turismo local, atrair novos negócios, fortalecer os que aqui existem, valorizar a região, gerar emprego, renda e oportunidades”, destaca o prefeito Álvaro Dias.

De acordo com a Seinfra, os trabalhos atingiram a marca de 89% no setor dedicado ao artesanato, 81% na pavimentação asfáltica e construção de calçadas no entorno do complexo, 22% na construção do complexo central, 46% no enrocamento da praia, 64% na construção do espigão e 21% nos serviços de nova iluminação. “Com esses serviços, a gestão municipal avança na concretização de um sonho da comunidade da Zona Norte e de toda a cidade, principalmente dos trabalhadores e agentes do turismo de Natal”, enfatizou o secretário Carlson Gomes, titular da Seinfra.

A obra do novo Complexo da Redinha faz parte do projeto de reestruturação da praia localizada no litoral Norte. Os serviços estão divididos em cinco lotes, com orçamento de R$ 25 milhões, em uma parceria entre a administração municipal e o Governo Federal. As obras do Complexo foram iniciadas em 2022 com a demolição do antigo mercado e o início da construção dos novos acessos para a praia.

Projeto

Grande símbolo da nova fase no turismo potiguar, o Complexo Turístico da Redinha terá em seu escopo dois andares com 33 boxes, seis restaurantes, praça de alimentação, mirante, píer e deck para embarcações e varanda panorâmica. “Além disso, no espaço do antigo Clube da Redinha, a Prefeitura proporcionará um centro de artesanato com quatro lojas externas e cinco quiosques internos. E a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes terá nova cerca e o quebra-mar (espigão) terá um mirante especial e moderno”, finalizou o secretário de Infraestrutura, Carlson Gomes.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *