Operação é montada para garantir transporte emergencial em Natal

Nesta segunda-feira (20), o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do RN (SETRANS/RN) informou que haverá um acréscimo de veículos nas linhas que estão em operação em relação à última sexta-feira (17), em uma tentativa de garantir o transporte para a população. Ainda na segunda, será definida a operação da terça-feira, 21. As linhas…

Nesta segunda-feira (20), o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do RN (SETRANS/RN) informou que haverá um acréscimo de veículos nas linhas que estão em operação em relação à última sexta-feira (17), em uma tentativa de garantir o transporte para a população. Ainda na segunda, será definida a operação da terça-feira, 21.

As linhas que circularão em caráter emergencial serão: 07, 08, 21, 22, 29, 33, 38, 43, 50, 59, 60, 63, 73, 77 e 79, com o mesmo número de linhas que circularam nos últimos dias. A operação será realizada das 6h às 18h.

A Guarda Municipal de Natal garantiu apoio à Polícia Militar no reforço às ações de segurança nas linhas de transporte nos terminais e garagens das empresas que atuam no sistema. O objetivo é garantir a segurança dos passageiros, mesmo diante dos problemas verificados nesta semana.

A empresa Trampolim da Vitória vai disponibilizar 10 ônibus para a linha B, 3 ônibus para a linha CV, 2 ônibus para a linha P e 7 ônibus para a linha M. A linha J (Parnamirim/Natal, via Passagem de Areia) não circulará.

A empresa Litorânea vai disponibilizar 6 ônibus para a linha São José de Mipibu/Natal e 7 ônibus para a linha Pirangi Praia/Natal.

A empresa Guanabara Intermunicipal vai disponibilizar 4 ônibus para as linhas 120, 121, 122 e 124, e 2 ônibus para a linha 135, em conjunto com a empresa Cidade das Dunas.

De acordo com o presidente do SETRANS/RN, a operação emergencial foi organizada para minimizar os problemas enfrentados pela população de Natal. “Estamos cientes da importância do transporte público para a população, por isso, estamos trabalhando para garantir o transporte mesmo diante dos problemas enfrentados”, afirmou o presidente.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *