Operação Lesa Pátria: PF investiga general da reserva Ridauto Lúcio Fernandes por atos golpistas

A 18ª fase da operação investiga a participação de militares em ações antidemocráticas e busca proteger o Estado Democrático de Direito.

Na manhã de hoje (29), a Polícia Federal deu continuidade às investigações com a inauguração da 18ª fase da Operação Lesa Pátria. Esta etapa tem como foco principal o General da Reserva Ridauto Lúcio Fernandes, suspeito de estar envolvido em atos considerados golpistas, ocorridos em 8 de janeiro. A ação da PF visa a cumprir mandados de busca e apreensão contra o militar, tendo realizado buscas em um de seus endereços em Brasília.

A ordem para proceder com as buscas foi expedida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Além da autorização para as buscas, o ministro também determinou o bloqueio de ativos e valores pertencentes ao investigado.

Sobre Ridauto

O General Ridauto ocupou o cargo de diretor de Logística do Ministério da Saúde durante o governo de Jair Bolsonaro e foi nomeado pelo atual deputado federal Eduardo Pazuello em janeiro de 2021. No contexto da pandemia de covid-19, Ridauto defendeu medidas extremas como a ‘intervenção federal’ e de ‘Defesa ou de Sítio’.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *