Petrobras inicia processo que poderá levar à compra da Braskem

A Petrobras informou ao mercado na noite de ontem (10) que deu início ao processo chamado de due diligence (análise aprofundada) dos dados da Braskem. O objetivo dessa análise é avaliar os números da empresa para tomar uma decisão em relação à possibilidade de a estatal exercer seu direito de preferência para compra do controle…

A Petrobras informou ao mercado na noite de ontem (10) que deu início ao processo chamado de due diligence (análise aprofundada) dos dados da Braskem. O objetivo dessa análise é avaliar os números da empresa para tomar uma decisão em relação à possibilidade de a estatal exercer seu direito de preferência para compra do controle acionário.

Atualmente, a Petrobras detém 36% das ações da Braskem, sendo uma acionista minoritária. A empresa que possui o controle acionário da Braskem é a Novonor (ex-Odebrecht), com 38% das ações. A Novonor precisa vender sua participação para solucionar sua situação financeira, uma vez que enfrenta dívidas superiores a R$ 10 bilhões devido ao seu envolvimento e condenação na operação Lava Jato.

A Petrobras, por ser uma acionista minoritária, possui o direito de preferência na compra das ações da Braskem. Recentemente, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse que a empresa está avaliando internamente a possibilidade de cobrir a oferta realizada pela Unipar para a compra da petroquímica.

O atual governo tem demonstrado interesse no retorno da Petrobras ao setor petroquímico. Entre as possibilidades em estudo, está a divisão da Braskem em duas empresas, com a Petrobras saindo e mantendo os ativos correspondentes à sua participação acionária.

No comunicado ao mercado, a Petrobras afirmou que, embora tenha iniciado as análises sobre a Braskem, ainda não houve qualquer decisão da Diretoria Executiva ou do Conselho de Administração em relação ao processo de desinvestimento ou aumento da participação na Braskem. Essa etapa atual está relacionada aos direitos e preferência previstos no Acordo de Acionistas.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *