Petrobras prestes a fechar acordo pela recompra da refinaria Clara Camarão; teremos petroleiros voltando ao RN

Conforme divulgamos com exclusividade, a Petrobras assinou com a 3R acordo de preferência na compra da refinaria potiguar; após a crise na gestão do refino, 3R está prestes a anunciar a revenda da Clara Camarão para a Petrobras

Pode ser anunciada a qualquer momento a negociação definitiva pela venda da Refinaria Potiguar Clara Camarão (RPCC), no Rio Grande do Norte, para a Petrobras.

A refinaria foi entregue pela Petrobras à 3R em 7 de junho deste ano, como parte da venda do Polo Potiguar, que também inclui 22 campos de exploração e produção de óleo e gás.

A 3R já havia indicado a intenção de vender a refinaria, conforme relatamos aqui.

Vale lembrar que a Clara Camarão foi vendida ilegalmente no pacote do Polo Potiguar. Confira aqui.


Comments

7 respostas para “Petrobras prestes a fechar acordo pela recompra da refinaria Clara Camarão; teremos petroleiros voltando ao RN”

  1. Avatar de Francisco Dantas
    Francisco Dantas

    As entregas das refinarias e dos campos de petróleo terão que ser investigados, como também devem ser investigados Paulo Guedes e Castelo Branco. Certamente essas criaturas têm o rabo preso nessas transações.

    1. Avatar de Oscar amadeu de paula
      Oscar amadeu de paula

      Também deve ser investigado se, neste segundo momento, a Petrobras vai comprar a refinaria no valor superior ao de venda, o que demonstraria que alguém vai tirar vantagem na sua recompra, como também acarretará prejuízo aos cofres públicos.

      1. Acarretar mais do que a política de privatização feita pelo posto Ipiranga (Paulo Guedes)…

  2. Sindicalistas babando pra voltar a petralhada.

    1. Prefere milicos babando para voltar a bolsonarada e você roendo osso e andando a pé?

  3. Refinaria Estatização pela Petrobrás é péssimo pq para conseguir emprego somente através de concurso onde a maioria que entra é quem tem tempo para estudar ou que acabaram de ser formado

    1. A questão não é se vai ser empregados da empresa A (Estado) ou empresa B ( Iniciativa privada). Mas impacto na economia local e vida das pessoas comuns, ou seja, gasolina e gás de cozinha mais baratos que só quem pode interessar de dar é o governo, nunca o capital privado. Exercício é de pura lógica, não de pensamentos mesquinhos de meia dúzia de empregos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *