PL das fakes subiu no telhado

Manifestações contrárias à aprovação do projeto de lei que combate as fake news nas redes sociais causaram preocupação ao governo. O Palácio do Planalto passou o dia discutindo a possibilidade de aprovação ou não do projeto, que visa regularizar as plataformas digitais.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, foi acionado pelo governo para tratar do assunto e discutir a votação, marcada para a próxima terça-feira. O relator do projeto, o deputado Orlando Silva, passou o sábado em conversas com lideranças partidárias buscando entender o que está ocorrendo.

Os evangélicos, que haviam sido favoráveis à iniciativa, praticamente descartaram votar a favor do projeto. O Republicanos, que havia garantido 29 votos a favor na votação da urgência, semana passada, anunciou que irá votar contra. Em nota, a Frente Parlamentar Evangélica também informou que irá votar contra o projeto, por considerar que ele dá um “cheque em branco” para o Executivo.