Prefeitura inaugura alas pediátrica e psiquiátrica da UPA Satélite

O prefeito Álvaro Dias inaugurou na manhã desta segunda-feira (25) as alas pediátrica e psiquiátrica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Conjunto Cidade Satélite, localizada na avenida dos Xavantes. A nova ala pediátrica da unidade, instalada em um contêiner de 42,60 m2, foi construída com modernos equipamentos, nova ambiência e melhor acesso para crianças…

O prefeito Álvaro Dias inaugurou na manhã desta segunda-feira (25) as alas pediátrica e psiquiátrica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Conjunto Cidade Satélite, localizada na avenida dos Xavantes. A nova ala pediátrica da unidade, instalada em um contêiner de 42,60 m2, foi construída com modernos equipamentos, nova ambiência e melhor acesso para crianças e seus familiares que necessitam de pronto atendimento. Os cinco leitos já existentes foram mantidos. O serviço já existia na UPA, mas foi redimensionado para melhor atender às crianças e seus acompanhantes.

Acompanhado do secretário municipal de Saúde, George Antunes, dos secretários adjuntos da pasta e de outros auxiliares, Álvaro Dias visitou os novos equipamentos inaugurados. “As alas são importantes demais, principalmente a de pediatria, que nós acabamos de visitar. As crianças precisam de um tratamento especializado e a ampliação do serviço vem realmente atender à necessidade e desejo dos diretores das unidades de pronto-atendimento de Natal, ampliando as vagas para as crianças. Visitei agora duas crianças internadas com pneumonia, mas com todos os cuidados, com oxigênio, com acompanhamento pediátrico, com enfermeira ao lado e toda medicação inerente ao caso”, assinalou o chefe do executivo municipal.


Ele disse ainda que a saúde tem sido a grande prioridade da gestão e que, por coincidência, a UPA de Cidade Satélite fica em frente ao novo Hospital Municipal de Natal, em construção. “Estamos erguendo o hospital a passos largos, para atendermos a uma necessidade importante da população da capital. Trata-se de um hospital com 250 leitos, com  todas as especialidades contempladas, sejam cirúrgicas ou clínicas. Um hospital bem equipado, com unidade de terapia intensiva e que vai preencher uma lacuna na área de saúde. A construção do Hospital Municipal será a maior obra da nossa gestão”.

No entendimento do secretário de Saúde, George Antunes, a ampliação de leitos na rede pública de saúde municipal tem sido uma marca significativa da atual gestão. Para ele, a inauguração das duas alas na UPA do Satélite tem um significado especial. “Iniciativas como essas fazem toda a diferença na vida da população que procura os serviços de pronto atendimento das UPAs de Natal. Sei que a nossa população envelheceu e por isso precisa de cuidados, mas não podemos esquecer as crianças. Na nossa rede, só existia um ponto de atendimento na área de pediatria. Hoje Natal tem seis pontos”, comentou o gestor.


George Antunes informou que a ala pediátrica inaugurada é separada dos demais serviços para dar mais tranquilidade às crianças, aos acompanhantes e aos profissionais de saúde, com o objetivo de proporcionar o melhor para os pacientes infantis.

Ala psiquiátrica
O novo equipamento dedicado a pacientes com problemas psiquiátricos dispõe de cinco leitos, sendo um de estabilização. Além disso, a ala ganha banheiro exclusivo no setor, posto de enfermagem com equipe especializada, que prestará assistência 24 horas aos pacientes até sua estabilização clínica psiquiátrica, que em seguida seguirá o fluxo da rede de atenção psicossocial. Em outro momento, o paciente será liberado para continuidade do tratamento em nível ambulatorial ou em centros de atenção psicossociais da capital.

Quando o paciente necessitar de internação em leitos clínico psicossocial, por exemplo, será regulado para hospitais especializados da rede municipal contratualizados ou leitos na rede estadual de saúde pública. A proposta inovadora tem como propósito atender ao chamado da portaria 3.088/2011-GM com base na reforma psiquiátrica, acolhendo urgências e emergências nos serviços de porta, nas quatro UPAs e nos pronto-socorros da capital.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *