Prefeitura realiza 1° Festival de Folclore homenageando o Mestre Pedro Guajiru e levando cultura popular para as escolas

A Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, por meio da Fundação Cultural Dona Militana, realizou, nos dias 17 e 18 de agosto o 1° Festival de Folclore Mestre Pedro Guajiru, em alusão ao dia do folclore, comemorado em 22 de agosto. O Festival homenageia o Mestre Pedro Guajiru, figura histórica com atuação no grupo…

A Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, por meio da Fundação Cultural Dona Militana, realizou, nos dias 17 e 18 de agosto o 1° Festival de Folclore Mestre Pedro Guajiru, em alusão ao dia do folclore, comemorado em 22 de agosto. O Festival homenageia o Mestre Pedro Guajiru, figura histórica com atuação no grupo folclórico Boi Calemba Pintadinho.

Nesta primeira edição, o Festival construiu uma programação que inclui os alunos da Rede Municipal de Ensino, realizando oficinas folclóricas e parafolclóricas em escolas, levando os alunos para fazer um roteiro cultural com visita a lugares históricos do município e promovendo também uma competição entre as escolas, que tiveram a missão de preparar apresentações culturais que remetessem à cultura popular de São Gonçalo do Amarante.

Para o Presidente da Fundação Cultural Dona Militana, Nildo Campos, o objetivo principal foi criar uma experiência cultural imersiva nas crianças e jovens. “Os alunos tiveram a tarefa de organizar apresentações culturais que fazem parte da cultura do nosso município, que carrega o título de berço da cultura popular. A tarefa foi muito bem cumprida e pudemos observar apresentações diversas que representam o nosso folclore. Além disso, também apresentamos lugares da cidade que carregam essa história, levando os alunos ao Galo Branco de Dona Neném e ao Mercado do Artesanato, por exemplo”, conta.

14 escolas participaram da programação do evento, que contou com a participação de mais de 400 estudantes. Um desses estudantes é Lucy Silva, de 14 anos, estudante do 9° ano da Escola Municipal Maria de Lourdes de Lima. “A cultura da nossa cidade é muito rica e extensa, por isso, foi muito bom participar do festival e ver isso mais de perto, poder conhecer melhor sobre a história do nosso município, ensaiar e fazer uma apresentação de coco de roda, que foi a da nossa escola, foi muito divertido”, conta Lucy.

O Festival já foi incluído no calendário de eventos do município, como uma ação de resgate das tradições culturais são-gonçalenses, um dos grandes objetivos da gestão. O propósito é comemorar o Dia Nacional do Folclore, incluindo a população e sobretudo, a juventude, dando visibilidade ao trabalho dos grupos para valorização e fortalecimento da arte popular, além de oferecer para os são-gonçalenses uma experiência com a arte produzida localmente.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *