PT de Mossoró deve ampliar bancada de vereadores e conta com a força da juventude para 2024

Fortalecido nas últimas eleições estaduais, o PT de Mossoró já aspira a ampliar sua presença na Câmara de Vereadores da capital do Oeste. Representado hoje pelo atuante Marleide Cunha, o partido sonha em ao menos dobrar sua bancada. E para isso contará com a força de jovens lideranças que se destacaram nos movimentos sociais potiguares nos últimos anos.

Pelo que o blog pode apurar junto a dirigentes locais, a tendência hoje é mesmo que o PT lance a deputada estadual Isolda Dantas para disputar o comando do Palácio da Resistência. Isolda teve 15.489 votos em Mossoró, em 2022, para deputada estadual.

Petistas acreditam que uma candidatura própria à Prefeitura poderá aumentar a cesta de votos da legenda, reforçando o projeto de conquistar novas cadeiras no Legislativo.

Conheça alguns dos nomes que deverão figurar na nominata petista para a eleição municipal de Mossoró ano que vem.

Marleide Cunha é a atual representante do PT na Câmara Municipal de Mossoró. Tem se destacado sobretudo por sua atuação na fiscalização da gestão municipal. Ela também aprovou importantes projetos de lei, como o que estabelece cotas para vítimas de violência doméstica nas contratações indiretas do Município. Ela lidera a corrente Resistência Socialista, (RS) que tem justamente em Mossoró sua base mais forte. Mesmo sendo de uma corrente de menor envergadura no PT do RN, Marleide obteve 5.342 votos só em em Mossoró, quando concorreu a deputada estadual. E isso concorrendo com a candidatura de Isolda.

Falando em Isolda, sua candidata à vereadora deverá ser Plúvia Oliveira, também tendência Democracia Socialista (DS). Plúvia é a primeira suplente do PT.

Já a tendência Avante, à qual pertencem a governadora Fátima Bezerra e o líder do governo na Assembleia Francisco do PT, trabalha com dois possíveis, ambos já testados nas urnas mossoroenses. São eles Ugmar Nogueira, radialista da cidade e o ex-jogador Miranda.

Da Construindo um Novo Brasil (CNB), grupo de Mineiro e Divaneide, não há ainda uma definição sobre o nome que será indicado para a disputa. Mas uma boa pedida seria Rafael Tavares. Rafael teve destacada atuação como vice-presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE). Este blog acompanhou diversas ações da UEE em defesa dos estagiários e do transporte público da cidade. Enxergamos em Rafael uma das boas novidades da esquerda potiguar, ao lado de Lucas Fagundes, Aline Juliete e outros.

Na Articulação de Esquerda, tendência de Natália Bonavides, fala-se do nome de Ana Flávia, ex coordenadora geral do DCE da UFERSA. Ana exerceu importante liderança no combate à intervenção federal em sua universidade. Também é uma jovem liderança promissora que merece atenção da análise política estadual.