Relatório sugere apoio do Irã a ataque contra Israel

O Wall Street Journal revelou informações sobre possível envolvimento iraniano em ataque que deixou mais de mil mortos.

Revelações recentes do diário norte-americano Wall Street Journal apontam que líderes dos grupos extremistas Hamas e Hezbollah podem ter recebido apoio do Irã para executar o ataque desta semana contra Israel. Segundo informações obtidas pelo jornal, a aprovação foi concedida em uma reunião realizada na capital libanesa, Beirute, no dia 2 de outubro. O ataque, ocorrido no sábado, 7 de outubro, resultou até o momento na morte de ao menos 1.100 pessoas.

As fontes citadas pelo Wall Street Journal, oriundas das próprias organizações extremistas, indicam que a Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, força armada da nação persa, já vinha articulando o ataque a Israel desde agosto deste ano.

No entanto, a participação direta do Irã neste ataque ainda é objeto de controvérsia. O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, em uma entrevista concedida à CNN ontem (8), expressou que, embora não haja evidências concretas do envolvimento iraniano, “há certamente um longo relacionamento” entre as partes envolvidas.

Contrariando as informações reveladas pelo jornal, Mahmoud Mirdawi, alto funcionário do Hamas, desmentiu qualquer tipo de apoio externo, afirmando que “essa é uma decisão palestina e do Hamas”.

Ainda no contexto dessa situação, o líder supremo do Irã, Aiatolá Ali Khamenei, não deixou de expressar sua opinião. Em uma postagem na plataforma X, Khamenei louvou a ofensiva, declarando que o “regime sionista será erradicado pelas mãos do povo palestino e das forças de resistência em toda a região”.

As implicações geopolíticas deste ataque, e o suposto envolvimento do Irã, reforçam as tensões existentes no Oriente Médio. O envolvimento do Irã no conflito teria o efeito de alçar a guerra atual, já devastadora, a patamares de horror inéditos no século XXI.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *