RN se encontra com baixo investimento em PPP’s

Enquanto, nos últimos quatro anos, outros estados do país, inclusive da região Nordeste, deram início ou amadureceram seus projetos no programa de Parcerias Público-Privadas (PPP), o Rio Grande do Norte estacionou e ficou de fora de uma carteira que atingiu os R$ 40 bilhões nos estados que aderiram. Isso potencial perdido de nosso estado, não…

Enquanto, nos últimos quatro anos, outros estados do país, inclusive da região Nordeste, deram início ou amadureceram seus projetos no programa de Parcerias Público-Privadas (PPP), o Rio Grande do Norte estacionou e ficou de fora de uma carteira que atingiu os R$ 40 bilhões nos estados que aderiram. Isso potencial perdido de nosso estado, não só no que diz respeito a sua inclusão no PPP, como referente a concessões de ativos à iniciativa privada.

Essa falta de investimento fez com que R$ 500 milhões deixassem de entrar em solo potiguar, o que geraria cerca de 4 mil empregos diretos, sendo as únicas iniciativas de ativos da União, como o Terminal Salineiro de Areia Branca (Tersab) neste ano e o Aeroporto Internacional Aluízio Alves que deverá ser licitado ainda neste ano. O último contrato de parceria entre o estado a iniciativa privada foi para a construção do Arena das Dunas, à época da Copa do Mundo de 2014.

Enquanto isso, o estudo da ICO Consultoria, que atua na área das parcerias entre o setor público e privado, mapeou 42 projetos de concessão desenvolvidos no âmbito estadual das 27 unidades da Federação, durante a atual gestão do Poder Executivo (2019-2022), nada encontrando na gestão potiguar.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *