Se confirmada perda do mandato de Rogério Marinho, quem assume a vaga no Senado?

A condenação em 1ª instância do senador Rogério Marinho (PL) por improbidade administrativa poderá levá-lo a perder o mandato de senador e ficar inelegível por 8 anos. Para isso, é preciso que a sentença seja confirmada pelo tribunal competente.

Nesse caso, quem assumiria o mandato de senador pelo RN seria o 1º suplente de Rogério, o empresário Flávio Azevedo (PL), que presidiu a FIERN e é proprietário do jornal Tribuna do Norte e da rádio Jovem Pan de Natal.

Isso porque não se trata de crime eleitoral que possa impugnar o registro da chapa eleita. A pena caberia exclusivamente ao senador Rogério Marinho, ficando seu suplente no direito de assumir a cadeira.