Secretaria da Educação não responde sobre acusações de Socorro Batista

O Blog do Girotto vem tentando informar a seus leitores com o máximo de amplitude possível. Tendo essa meta, sempre procuramos os diversos envolvidos para que deem sua versão dos fatos. Versão que publicamos respeitando aquilo que foi dito, não o que pensamos sobre as declarações.

Contudo, tem virado hábito no Governo do RN ignorar nossos pedidos de esclarecimento. Quer seja por falta de tempo ou algum outro problema, talvez por ser um pequeno blog dessa nossa província litorânea, as mensagens nunca recebem sequer uma previsão de resposta.

Quanto às denúncias que este blog tem feito a respeito da conduta da secretária da Educação, Socorro Batista, já que não tivemos respostas (passadas 48 horas), decidimos publicar a mensagem enviada para a assessoria de imprensa da Secretaria. Se não desejam publicar sua posição num modesto blog, talvez se animem a responder à sociedade por outros canais.

A íntegra da mensagem

Prezados, me chamo Girotto e sou jornalista. A secretária Socorro Batista comentou numa rede social sobre o caso de uma professora que não trabalha em sala de aula e deu a entender que casos similares têm gerado dificuldades para atender à demanda de profissionais nas escolas. Diante disso, peço a gentileza de fornecerem alguns esclarecimentos para uma reportagem que estou produzindo sobre o assunto.

1 – Como se dá a alocação dos profissionais contratados pelo governo? Como são definidas as atribuições, o local de trabalho e as funções?

2 – Quais as dificuldades específicas para garantir que esses profissionais exerçam suas funções?

3 – Qual a situação do quadro de professores nesse contexto? Quanos estão fora de sala de aula? Quais as principais mtivações dessa ausência?

4 – O que a Secretaria pensa sobre a situação da qual tratamos? Há planos ou medidas em curso para sanar o problema?