Servidores federais continuam sem garantia de reajuste

Não há garantia para os servidores federais do Poder Executivo que terão reajuste salarial em 2023. Embora Lula tenha lembrado durante a campanha que o funcionalismo federal está sem ganhos reais desde 2017, as negociações pouco avançaram no Congresso referentes a isso.

O PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) prevê um aumento de despesas para o Poder Executivo de R$ 11 bilhões. É desse montante que pode sair um possível reajuste, mas isso depende de articulação política e aprovação de uma lei destinando o recurso para esse propósito. Sem avanços, existe o risco de que as perdas de 34% do funcionalismo do Executivo continuem crescendo.

Situação diferente vivem os servidores do Judiciário e do Ministério Público. Esses órgãos já encaminharam projeto de lei para o Congresso prevendo 18% de reajuste parcelado pelos próximos quatro anos.