Só o que faltava: falsos médicos no interior do estado

A operação Curandeiros foi iniciada nesta quinta (15), pelo Ministério Público do RN (MPRN). A operação visa ao combate do exercício ilegal de Medicina no interior do estado, e está investigando inclusive a participação de secretários municipais de saúde no caso apurado. A Curandeiros surgiu a partir da denúncia de dois falsos médicos que estariam…

A operação Curandeiros foi iniciada nesta quinta (15), pelo Ministério Público do RN (MPRN). A operação visa ao combate do exercício ilegal de Medicina no interior do estado, e está investigando inclusive a participação de secretários municipais de saúde no caso apurado.

A Curandeiros surgiu a partir da denúncia de dois falsos médicos que estariam atuando no Centro de Saúde Tibúrcio da Silva Freire, de Ipanguaçu. A ação apurou a participação de um terceiro médico, o qual estava envolvido no esquema de fraude e fornecia sua assinatura para falsificação pelos outros dois. Ele foi afastado do cargo em cerca de oito municípios diferentes.

O MPRN seguirá investigando para descobrir se os secretários de saúde dos municípios onde o médico tinha vínculo estariam envolvidos no esquema. A ação ressalta a importância de garantir o pleno funcionamento do serviço público de saúde em localidades onde os moradores sequer encontram outras opções.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *