Suspeito de atirar granada em Batalhão da polícia é preso na capital

Na noite de ontem (25), um homem suspeito de ordenar o ataque com uma bomba contra o 1º Batalhão da Polícia Militar em Natal foi preso no bairro das Rocas. A captura foi realizada por equipes do CPC 05 e da Força Tática do 5º BPM, após serem solicitados pela Central de Monitoramento Eletrônico (CEME)…

Na noite de ontem (25), um homem suspeito de ordenar o ataque com uma bomba contra o 1º Batalhão da Polícia Militar em Natal foi preso no bairro das Rocas. A captura foi realizada por equipes do CPC 05 e da Força Tática do 5º BPM, após serem solicitados pela Central de Monitoramento Eletrônico (CEME) da Polícia Penal para apoiá-los no recolhimento do indivíduo, que estava violando o sistema disciplinar eletrônico.

Ao perceber a presença das viaturas, o homem tentou fugir pulando muros e invadindo casas, mas foi cercado e capturado pelas equipes policiais. Após a prisão, ele foi conduzido ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) para os procedimentos cabíveis e em seguida recolhido ao sistema penitenciário, à cargo da Polícia Penal.

O ataque com a bomba artesanal ocorreu no último dia 18 de fevereiro, na sede do 1º Batalhão da PM em Natal. A explosão causou danos materiais no local, mas não deixou feridos. Desde então, a polícia vinha investigando o caso e identificou o suspeito como o mandante do ataque.

O ataque com bomba contra o batalhão da PM em Natal demonstra a ousadia e a violência da criminalidade na cidade, que vem enfrentando um aumento no número de crimes violentos nos últimos anos.

A polícia ainda não divulgou informações sobre a identidade do suspeito ou as motivações para o ataque. As investigações devem continuar para identificar outras pessoas envolvidas no crime e descobrir possíveis conexões com outros grupos criminosos na cidade.

Foto: PM/RN


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *