Telepatia? Apple quer viabilizar digitação por pensamento no iPhone

Uma parceria da Apple com a empresa americana Synchron pode permitir, no futuro, a digitação no iPhone por meio do pensamento. A ideia é beneficiar pessoas com algum tipo de paralisia, para que pudessem escrever sem a necessidade de usar os dedos. Até o momento, no entanto, o estudo não obteve resultados conclusivos.

Em fase inicial de testes, o Synchron Switch, produto que permitiria digitar sem mover um dedo, conta com seis voluntários que toparam participar da experiência. Em entrevista ao portal Semafor, um deles comentou que a atividade desempenhada por eles é descomplicada e não exige muito esforço dos envolvidos.

Mesmo desempenhando tarefas simples, participantes são expostos a uma intervenção no corpo para conseguir realizar as atividades propostas. Isso porque, para “parear” homem e computador ou celular, é preciso colocar dispositivos que captem, de alguma forma, as informações e movimentações do cérebro.

A parte boa, que foi frisada como uma evolução da Synchron, é que os avanços permitiram que a intervenção fosse menos invasiva. Antes, era necessário inserir uma série de eletrodos pequenos diretamente no cérebro para possibilitar o acesso aos “pensamentos”.

Agora, a empresa responsável conseguiu uma forma de obter as informações por meio de um dispositivo alocado no superior do córtex motor, em contato com vasos sanguíneos. Mesmo que haja uma intervenção nesse processo, o procedimento tornou-se bem menos invasivo e não chega a colocar os eletrodos em contato com o tecido neural, como antes.

Assunto antigo no mundo da tecnologia, a técnica de conexão também é objeto de estudo de um grupo comandado por Elon Musk, o Neuralink. Na ocasião, foi gerada uma ligação entre um computador e o cérebro de um chimpanzé, feita por intervenção na camada interna do animal. A experiência fazia com que tal ligação permitisse o primata jogar Pong, um jogo do Atari de 1972, somente com os olhos.

Fonte: TechTudo