TSE suspende julgamento de Bolsonaro após 4º voto; placar está em 3×1

O ministro André Ramos Tavares proferiu o terceiro voto contra Bolsonaro no julgamento em curso no TSE, deixando o placar em 3 a 1 contra o ex-presidente. O ministro Tavares atribuiu ao ex-presidente uma “tática eleitoral contra a democracia” e destacou que Bolsonaro “manipulou” informações sobre o processo eleitoral, além de tentar utilizar o evento…

O ministro André Ramos Tavares proferiu o terceiro voto contra Bolsonaro no julgamento em curso no TSE, deixando o placar em 3 a 1 contra o ex-presidente.

O ministro Tavares atribuiu ao ex-presidente uma “tática eleitoral contra a democracia” e destacou que Bolsonaro “manipulou” informações sobre o processo eleitoral, além de tentar utilizar o evento com os diplomatas para promover sua candidatura à reeleição. Segundo Tavares, o julgamento não trata apenas de meras falácias, mas sim de uma estratégia política que depende da disseminação de informações falsas, pautadas por uma identidade política que rejeita aqueles que não adotam a agenda de desinformação e alarmismo infundados.

Anteriormente, o ministro Floriano de Azevedo Marques Neto também votou pela condenação do ex-presidente. Ele contestou os argumentos apresentados por Raul Araújo, o qual minimizou o impacto do discurso de Bolsonaro, e deu o primeiro e até agora único voto favorável à absolvição do ex-presidente, alegando que ele não conseguiu desacreditar as urnas eletrônicas.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *