Urgente: PRF mantém ‘operação eleitoral’ e Moraes intima diretor-geral, que vai ao TSE

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques, foi intimado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, a prestar informações sobre “as razões” pelas quais estariam sendo realizadas “operações policiais relacionadas ao transporte público de eleitores”. Vasques está se dirigindo ao TSE. Ontem, Moraes acolheu pedido do deputado federal petista Paulo Teixeira e…

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques, foi intimado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, a prestar informações sobre “as razões” pelas quais estariam sendo realizadas “operações policiais relacionadas ao transporte público de eleitores”. Vasques está se dirigindo ao TSE.

Ontem, Moraes acolheu pedido do deputado federal petista Paulo Teixeira e proibiu a realização dessas operações da PRF, baseado apenas em notícias que começaram a circular na internet sobre a possível instrumentalização da polícia.

Em seu despacho, ele disse que “as informações prestadas pelas Forças Policiais não foram suficientes a refutar as notícias amplamente divulgadas, não havendo até o momento, indicação sobre as razões que justificam as operações específicas implementadas no segundo turno das eleições, exceto a coibir a compra de voto”.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *