Vereador Rilder Jordão poderá ser candidato a prefeito de Extremoz pelo PT

No último domingo, 12, o Partido dos Trabalhadores (PT) de Extremoz celebrou seus 43 anos de existência e inaugurou sua nova sede local. No entanto, o assunto principal da conversa não foi a comemoração, mas sim a possibilidade de Jordão, ex-vereador do PT e atualmente filiado ao Patriota, se tornar o próximo prefeito de Extremoz…

No último domingo, 12, o Partido dos Trabalhadores (PT) de Extremoz celebrou seus 43 anos de existência e inaugurou sua nova sede local. No entanto, o assunto principal da conversa não foi a comemoração, mas sim a possibilidade de Jordão, ex-vereador do PT e atualmente filiado ao Patriota, se tornar o próximo prefeito de Extremoz pelo partido.

Jordão, que já foi candidato a vereador pelo PT, acabou deixando o partido quando este se desorganizou na cidade da Região Metropolitana de Natal. Entretanto, recentemente, o presidente do Diretório do PT, Doté Cleyton, convidou Jordão a retornar ao partido, e parece que o retorno está prestes a acontecer.

A questão agora é como o PT vai lidar com a oposição na cidade, já que líderes de outros partidos, como o MDB e o PSDB, estão em diálogo com o PT para formar um bloco de oposição. Além disso, há muitos outros interessados na cadeira de prefeito, atualmente ocupada por Jussara Sales (PL).

Devido à derrota de Bolsorano (PL) e às supostas ingerências da gestão – segundo relatam fontes ligadas ao PT – além do escândalo envolvendo milhões de reais destinados à educação, o nome de Jussara tem ficado cada vez mais fragilizado. Essa é avaliação corrente no PT de Extremoz. Por isso, o vereador Jordão surge como provável alternativa do petismo na disputa municipal do ano que vem.

Entre os presentes na comemoração do aniversário do PT em Extremoz, estavam Jordão, Doté Cleyton, a irmã da Governadora Fátima Bezerra, Tetê Bezerra, a deputada estadual Divaneide Basílio e diversos outros apoiadores.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *