Você sabe mesmo do que está falando? A tal da taxa Selic

A toda hora se fala em taxa de juros, Selic etc e tal. Milhões de economistas falam em controle da inflação e opinam sobre os motivos de termos uma das taxas de juro mais altas do planeta. Mas antes mesmo de discutir qual deveria ser a taxa de juros, confesso que levei tempo para entender…

A toda hora se fala em taxa de juros, Selic etc e tal. Milhões de economistas falam em controle da inflação e opinam sobre os motivos de termos uma das taxas de juro mais altas do planeta.

Mas antes mesmo de discutir qual deveria ser a taxa de juros, confesso que levei tempo para entender o básico sobre o que é a tal Selic.

O que é a taxa Selic?

A Taxa Selic é a taxa básica de juros aplicada no Brasil. É a taxa de juros de referência para o mercado financeiro e é usada como base para o cálculo da taxa de juros de diversos outros produtos financeiros, como empréstimos, financiamentos e investimentos. É estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central do Brasil e é atualizada periodicamente de acordo com a política monetária do país. A Selic é um dos instrumentos mais importantes utilizados pelo Banco Central para regular a oferta de dinheiro na economia e, assim, tentar controlar a inflação e estabilizar a economia.

Se é uma forma eficaz de controle, é outra discussão. Mas essa é a importância atribuída à política de juros dentro da macropolítica econômica.

O Banco Central ajusta a taxa Selic periodicamente, com o objetivo de controlar a inflação e estimular o crescimento econômico. Quando a taxa Selic está alta, o custo do dinheiro para o consumidor e as empresas é mais elevado, o que pode desacelerar a economia. Já quando a taxa Selic está baixa, o custo do dinheiro é menor, o que incentiva o consumo e os investimentos, contribuindo para o crescimento econômico.

O funcionamento da taxa Selic é simples: ela serve como referência para as taxas de juros de outros empréstimos. Quando a taxa Selic aumenta, as taxas de juros de outros empréstimos tendem a subir também. Quando a taxa Selic diminui, as taxas de juros de outros empréstimos também tendem a cair. Além disso, a Selic é usada como referência para a remuneração de títulos públicos, como Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) e Tesouro Direto.

Em resumo, a taxa Selic é um importante indicador econômico utilizado para influenciar na inflação e no crescimento econômico, atuando como referência para outras taxas de juros e para a remuneração de títulos públicos.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *